Pirambu é o maior aglomerado subnormal do Ceará

O bairro Pirambu, localizado na zona oeste de Fortaleza, é o maior aglomerado subnormal do estado do Ceará e o sétimo do País, com uma população de 42.878 habitantes, segundo os dados do censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgados nesta quarta-feira, 21. O fato não se expressa apenas quantitativamente, mas diz também da precariedade do local.

Segundo o IBGE, aglomerados subnormais são constituídos por, no mínimo, 51 unidades habitacionais, ocupando, até período recente, terreno de propriedade alheia, pública ou particular. Esses assentamentos irregulares, em geral, estão dispostos de forma desordenada, frequentemente encontram-se em áreas de risco e indispõem de serviços públicos básicos. São mais conhecidos como favelas, comunidades, vilas, entre outras definições.

A história do bairro mais populoso da Capital remete a um desenvolvimento de ocupação irregular desde sua origem, quando contingentes deixavam o interior fugindo da seca nos anos de 1960. Logo, esses migrantes se estabeleceram por conta própria em conjuntos de moradias precárias.

O cenário, então, desenvolveu-se sem nenhum planejamento urbano, pois, como é possível observar, sua infraestrutura está fora dos padrões vigentes, com vias de circulação estreitas e que apresentam alinhamento irregular; e com lotes que possuem tamanhos e formas desiguais.

Ainda de acordo com os resultados do IBGE, atualmente nesses aglomerados, a maior parte da população já usufrui de abastecimento de água, energia elétrica, esgotamento sanitário e coleta de lixo, mas esses serviços ainda são considerados inadequados quando comparados a áreas urbanas regulares, sendo o esgoto o mais precário deles.

A ocupação de áreas de risco, contudo, é a mais preocupante realidade dessa população, que, por habitar, faixas de praia, está exposta aos avanços da maré e aos deslizamentos de encostas.

Por isso, o projeto Vila do Mar, desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza e que visa urbanizar e requalificar 5,5 Km do litoral oeste da Capital, também tem como objetivo reassentar famílias que vivem na Regional 1 próximas ao mar e realizar melhorias em habitações.

Segundo a Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), 12.235 famílias serão beneficiadas com novas moradias e outras 8.757, com melhorias habitacionais até o final de 2012.

Joyce do Nascimento

Tags:, , , ,

One response to “Pirambu é o maior aglomerado subnormal do Ceará”

  1. Naiana Rodrigues says :

    Joyce,

    Seu texto está bom, um pouco “truncado”, ñ sei se vc me entende. A linguagem está dura, meio técnica, apesar de vc trazer a história de formação do bairro e também contextualizar as soluções atuais para a questão da habitação.

    Tecnicamente, fique atenta a alguma questões:

    O primeiro patrrágrafo está mto longo, com frases intercaladas. Ele poderia ser quebrado em duas ou três frases.

    “quando contingentes” – ficou mto formal, tecnicista, melhor seria usar; quando família, grupos de pessoas…

    O parágrafo seguinte ao da foto tb está mto longo.

Fala aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: